Em nota conjunta, os Ministérios das Relações Exteriores e da Justiça e Segurança Pública confirmaram hoje (13) que o italiano Cesare Battisti, de 64 anos, será enviado direto da Bolívia para Itália.

“O terrorista Cesare Battisti retornará diretamente da Bolívia, onde foi preso na madrugada de hoje, para a Itália, onde começará a cumprir imediatamente a pena de prisão que lhe foi cominada pela Justiça italiana”, diz o texto oficial.

De acordo com as autoridades bolivianas, o italiano será embarcado no Aeroporto Internacional de Viru Viru, em Santa Cruz de La Sierra (Bolívia) direto para Roma, na Itália. A previsão é que ele chegue amanhã à tarde, no horário italiano.

A nota informa que a decisão de enviar Battisti diretamente para Itália foi negociada com as autoridades brasileiras.

“O Brasil ofereceu facilitar o embarque pelo território nacional e devido à urgência foi encaminhada uma aeronave da Policia Federal brasileira à Bolívia. No entanto, optou-se pelo envio direto do prisioneiro à Itália”, diz o texto oficial.

Ao final, o Brasil elogia o empenho da Bolívia e da Itália na captura de Battisti.

“O governo brasileiro se congratula com as autoridades bolivianas e italianas e com a Interpol pelo desfecho da operação de prisão e retorno de Battisti à Itália. O importante é que Cesare Battisti responda pelos graves crimes que cometeu. O Brasil contribui assim para que se faça justiça.”

Fonte: Política EBC