O Índice de Confiança do Consumidor, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 2,5 pontos de abril para maio e chegou a 86,9 pontos. Esse é o menor nível do indicador desde outubro do ano passado (85,8 pontos).

De acordo com a FGV, a queda foi influenciada pela menor confiança em relação aos próximos meses. O Índice de Expectativas, que analisa a opinião dos consumidores em relação ao futuro, recuou 4,8 pontos e atingiu 94,2 pontos, o menor nível desde setembro de 2017 (93,1 pontos).

 

Lojas de Brasília, comércio, consumo, consumidor, computador, notebook

Os consumidores estão mais satisfeitos em relação ao momento presente – Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Por outro lado, os consumidores estão mais satisfeitos em relação ao momento presente. O Índice da Situação Atual subiu 0,9 ponto e chegou a 77,2 pontos. Segundo a FGV, a perda de otimismo atinge consumidores de todas as classes de renda e parece estar relacionada às piores avaliações em relação às perspectivas de emprego nos próximos meses.

 

Fonte: Economia EBC