SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Uma torcedora do Grêmio foi agredida no sábado (20), no estádio Beira-Rio, depois do empate em 1 a 1 com o Internacional, pelo Brasileiro. As imagens da agressão, flagrada pelas câmeras do Premiere, canal de pay-per-view do Grupo Globo, que transmitiu a partida, e filmada por torcedores, viralizaram nas redes sociais.
Nas imagens, a mulher, acompanhada por uma criança, comemora o empate em uma área do estádio com torcida mista o empate balançando a camisa do Grêmio em direção a outros torcedores do clube. Então, três torcedores do Internacional se aproximam e tentam tomar a camisa à força. A mulher resiste, mas, em meio a empurrões e agressões, acaba deixando a camisa com os torcedores rivais e deixa o local junto com a criança, que chora. Seguranças do estádio precisaram intervir para controlar a situação.
O Internacional afirmou que “o segurança agiu para evitar que a torcedora e a criança sofressem constrangimento maior. A camisa recolhida foi entregue pelo servidor ao menino após eles deixarem o estádio em segurança”.
“No mínimo, não houve bom senso e compostura dos adultos envolvidos em preservar uma criança diante do momento. Para abrandar a situação tensa, o funcionário do clube conduziu a retirada da mãe e da criança com segurança até a saída do estádio, devolvendo a camisa”, afirmou Medeiros em seu perfil do Twitter.
“O clube está realizando a checagem das imagens para verificar todo o episódio. Assim, tomará as medidas cabíveis para eventuais punições tanto a torcedores quanto a funcionários da casa, conforme estatuto”, completou.