SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Após a chegada de Gil, considerado o reforço mais importante do Corinthians em 2019, a diretoria alvinegra já definiu a sua estratégia para o restante da temporada em relação ao “mercado da bola”. Segundo apurou a reportagem, o clube paulista só vai contratar agora os jogadores chamados de “oportunidades de mercado”.
Hoje não há nenhuma negociação em andamento para reforçar o elenco, mas a diretoria diz que o Corinthians sempre estará de “portas abertas”.
Durante a “parada” da Copa América, o técnico Fábio Carille pediu a contratação de um meia centralizado e de mais um atacante que atue pelos lados do campo. No entanto, a diretoria recusou o pedido e não se movimentou no mercado.
Na visão dos dirigentes, o Corinthians já atendeu a todos os pedidos do técnico Fábio Carille em 2019 – tanto a chegada, como saída de atletas.
Após fechar com o Gil, a diretoria ainda avaliou o retorno do atacante Luciano. O atleta foi oferecido ao Corinthians, mas o clube paulista não avançou nas tratativas por conta do excesso de empresários envolvidos com o jogador.
O Corinthians contratou até o momento 15 reforços para esta temporada. São eles: Gil, Mauro Boselli, Bruno Méndez, Junior Urso, Manoel, Matheus Jesus, Michel Macedo, Ramiro, Régis, Sornoza, Vagner Love e Everaldo, além de André Luís, Gustavo Silva, o Mosquito, e Richard, que já deixaram o clube.
Além desta lista, o clube fechou a contratação do lateral direito Matheus Alexandre, mas este jogador seguirá na Ponte Preta até o fim desta temporada.