SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Ícone da bossa nova, o cantor e compositor João Gilberto morreu neste sábado (6), aos 88 anos, no Rio de Janeiro. A informação foi anunciada pelo filho do músico, João Marcelo Gilberto, nas redes sociais. A causa da morte ainda não foi divulgada. Além de Marcelo, ele deixa outros dois filhos, Bebel e Luísa.
O cantor estava envolvido em um complicado imbróglio familiar desde 2017. Naquele ano, sua filha, a também cantora Bebel Gilberto, começou a mover um processo de interdição do pai. O motivo era sua idade avançada e sua situação financeira, precária -ele tinha chegado a ser despejado do apartamento em que vivia no Leblon, zona sul do Rio.
Nos últimos tempos, Bebel também havia entrado com um processo contra o meio-irmão.
João Gilberto havia completado 88 anos no início do mês de junho, quando apareceu em uma rara fotografia nas redes sociais publicada por sua cunhada, mulher de João Marcelo, nas redes sociais. Ele não dava entrevistas e não recebia ninguém em casa, a não ser familiares.