SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Peru é último classificado para as semifinais da Copa América. Em jogo travado e de pouca inspiração neste sábado (29) na Arena Fonte Nova, em Salvador, os comandados de Ricardo Gareca contaram com a ajuda do Árbitro de Vídeo (VAR, na sigla em inglês), seguraram o 0 a 0 no tempo normal e bateram o Uruguai por 5 a 4 nos pênaltis. Luis Suaréz foi o único a desperdiçar a cobrança.
Desta forma, a seleção peruana enfrenta o Chile na semifinal da competição, quarta-feira (3), às 21h30 (de Brasília), na Arena do Grêmio. Do outro lado da chave, Brasil e Argentina duelam por vaga na decisão. A partida acontece um dia antes (terça), no mesmo horário.
O primeiro tempo decepcionou. Com muitas disputas e pouca inspiração, ambas as equipes sofreram para colocar a bola no chão e trocar passes e foram aos vestiários sem apresentar grandes chances. A melhor oportunidade que valeu, de fato, já que o VAR anulou um gol de Arrascaeta por impedimento de Nández no começo da jogada, foi de Cavani. O atacante recebeu passe em profundidade, bateu cruzado, mas esbarrou em defesa de Gallese.
O jogo burocrático e a sucessão de erros foram minando a alegria da torcida. E também do técnico Ricardo Gareca, que ficou à beira do gramado reclamando e gesticulando, principalmente com Cueva e Yotún. As gotas de lucidez das seleções eram Bentancur de um lado e Guerrero de outro, mas as vaias foram inevitáveis depois de 47 minutos sem grandes emoções.
No segundo tempo, o Uruguai ensaiou uma melhora, controlou mais a seleção peruana e anotou outros dois gols, com Cavani e Suárez. Acontece que os atacantes estavam em posição irregular e a tecnologia tratou de agir.

URUGUAI
Muslera; Giovanni González, Godín, Giménez e Cáceres; Bentancur, Valverde (Stuani), Nández (Torreira) e Arrascaeta; Luis Suárez e Cavani.
T.: Óscar Tabárez.

PERU
Gallese; Advíncula, Zambrano, Luis Abram e Trauco; Renato Tapia, Yotún, André Carrillo (Gonzáles) e Cueva (Ruidiaz); Édison Flores e Guerrero.
T.: Ricardo Gareca.

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Kléber Lúcio Gil
Público/Rende: 18.083 pagantes e 21.180 total/R$ 3.134.820,00
Cartões amarelos: Godín e Valverde (Uruguai); Zambrano e Cueva (Peru)