SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Motoristas de 85 municípios do estado de São Paulo, incluindo a capital, não precisarão mais ir até o Departamento Estadual de Trânsito, o Detran, para renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação).
O serviço de renovação simplificada agora pode ser solicitado pelo site do órgão, que reaproveita a última coleta biométrica, de foto, assinatura e digitais, e emite automaticamente o documento. 
Para receber o documento em casa, o motorista precisa agendar online os exames médico e psicotécnico, ir à clínica e pagar a taxa de emissão e de envio pelos Correios. O valor total é de R$ 54,77.
A renovação simplificada está disponível para condutores com CNH A, para pilotar moto, B, para dirigir automóvel, e A/B. Juntas, essas categorias representam 82% do total de 24 milhões de habilitações registradas no estado, segundo o órgão.
Pode optar pelo serviço quem tem a carteira de habilitação vencida ou a vencer em 30 dias, com foto e em situação regular –ou seja, que não esteja suspensa ou cassada.
Se houver necessidade de alterar dados, como nome ou endereço, ou de nova coleta biométrica, ou caso o sistema identifique algum impedimento, o processo deverá ser efetuado presencialmente. O atendimento continua sendo oferecido normalmente nas unidades do departamento de trânsito, já que a renovação simplificada é opcional.
A lista das 85 cidades do estado que oferecem a nova emissão do documento pode ser consultada aqui.
Já era possível tirar a CNH digital sem precisar passar pelas filas do Detran, através do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, que utiliza a câmera do smartphone e tecnologia de reconhecimento facial para gerar a Carteira Nacional de Habilitação Digital.
O aplicativo dispensa a burocracia da certificação digital, que era o motivo pelo qual boa parte dos interessados em ter o documento precisava passar pelos Detrans estaduais –quem já tinha um certificado digital, que é pago e pode ser obtido em órgãos especializados, não precisava apelar aos órgãos de trânsito.
O aplicativo, no entanto, é útil apenas para motoristas com a carteira de habilitação de papel que possui QR Code impresso – Bos modelos emitidos após maio de 2017.
Após baixar o aplicativo (disponível gratuitamente na Google Play e App Store), o usuário ativa seu cadastro e pode requisitar o documento via celular.
Neste caso, o aplicativo realiza a leitura do QR Code da CNH de papel e depois faz o reconhecimento facial para verificar se o solicitante é o mesmo cadastrado no Detran.
Em seguida, o usuário informa um número de telefone celular e cadastra uma senha de quatro dígitos para acessar o documento, que pode ser visualizado mesmo offline.