SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Casa do Porco, de Jefferson Rueda, é o único brasileiro na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo. “Tudo isso em um lugar improvável, o centro de São Paulo, que é frequentado por pessoas de todas as classes sociais”, disse.
Com ambiente descontraído, o restaurante é o único da região a alcançar tal reconhecimento. “Cuidamos de toda a cadeia alimentar, da sustentabilidade e da acessibilidade. Fazemos um menu degustação a US$ 30 [R$ 125] para 15 mil pessoas por mês”.
O estabelecimento de Rueda ficou na 39ª posição no ranking World’s 50 Best, da revista britânica Restaurant. Em 2018, a casa estreou na 79ª posição do ranking.
Ele espera que a conquista sirva de inspiração para jovens cozinheiros. “O Brasil está cheio de chefs talentosos”, disse.
O D.O.M., de Alex Atala, que fica na região dos Jardins, já foi considerado o 4º melhor do mundo, em 2006, mas ficou fora da lista dos primeiros colocados nesta edição. Da 30ª posição, registrada no ano passado, ele desceu para a 54ª.
Apesar do nome, a lista vai além da meia centena —neste ano, por exemplo, foram 120 listados.