SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O programa “Tonight With Vladimir Putin”, que estreou neste domingo (23) na BBC britânica, está sendo acusado de promover racismo após fazer uma paródia com a duquesa de Sussex, Meghan Markle, 37, que é casada com o príncipe Harry, 34. 
A atração, que mostra figuras públicas em 3D, é apresentada por um avatar do presidente russo Vladimir Putin. A duquesa de Sussex tem um quadro inteiro dedicado a ela, chamado “Meghan Markle’s Royal Sparkle” (“O Brilho Real de Meghan Markle”, em tradução livre). Nele, a caricatura de Markle é representada sob a voz da atriz e roteirista Gbemisola Ikunelo. 
Na estreia do programa, espectadores ficaram incomodados com o tom da pele escolhido para o avatar da duquesa, mais escuro do que realmente é, e pela forma violenta e inadequada com que ela tratou alguns assuntos. 
Em certa parte do episódio exibido no domingo, o auditório pergunta o que irrita a personagem, e ela faz uma referência aos boatos de que Markle e Kate Middelton, casada com o duque de Cambridge e irmão de Harry, William, mantêm um relacionamento complicado.
“Percebo que ela usou minha escova de cabelos porque está cheia de cabelo de vadia que está ficando grisalho, e eu digo: ‘Fique longe do meu quarto ou eu te arrebento, Kate’. Ou Amanda, ou Jessica, ou qualquer outra pessoa, porque esta é uma situação completamente hipotética”, diz a personagem. 
Ela também pede para “pular” as perguntas que fazem referência ao pai de Markle, Thomas Markle, e a sua irmã, Samantha Markle, que trocaram farpas com a família real e aparentam manter uma má relação com a duquesa. 
Em 2018, Thomas disse em uma entrevista ao jornal britânico The Sun que não conversa com a filha desde o casamento dela, já que o número de telefone que ela tinha “não funciona mais”. Eles brigaram porque, às vésperas do casamento, ele teria forjado fotos com um paparazzo, aliado a Samantha, e chegou a desistir de comparecer ao evento.
Segundo a mídia britânica, alguns espectadores pediram que o programa fosse retirado do ar por conta da violência que estaria propagando. Além deste caso, a BBC também foi acusada de racismo após o nascimento de Archie, filho de Markle e do príncipe Harry, quando um dos funcionários da emissora publicou uma comparação entre o bebê e um chimpanzé.