Festival In-Edit traz documentários sobre música, shows e debates

Começa hoje (12) a 11ª edição do In-Edit, festival de documentários musicais que traz 57 títulos nacionais e internacionais para a capital paulista. A programação conta ainda com shows e debates com artistas e diretores.

A abertura será com o britânico My Generation, no Cine Sesc, na região central da capital paulista. Dirigido por David Batty, o longa-metragem é narrado em primeira pessoa pelo ator Michael Caine, que conta a história da cena cultural inglesa dos anos 1960. Com depoimentos de personagens como Paul McCartney e Marianne Faithfull, o filme mostra como os jovens trabalhadores de periferia assumiram o protagonismo artístico do país à época.

Os amigos Fela e Arrigo

O brasileiro Joel Zito Araújo dirige Meu Amigo Fela, sobre o pop star nigeriano Fela Kuti. O documentário explora não só o lado de artista multi-instrumentista, pioneiro do afrobeat, mas também o ativista político e defensor dos direitos humanos. A história é contada pelo amigo e biógrafo do músico, o cubano Carlos Moore.

Outro amigo icônico que será lembrado no festival será o Arrigo Barnabé, que terá a trajetória apresentada com depoimentos e imagens de arquivo em Amigo Arrigo, dirigido por Alain Fresnot e Junior Carone. O filme mostra as diversas facetas de um dos principais artistas da vanguarda paulista nas décadas de 1970 e 1980, que incluiu até a composição de óperas.

Artistas e shows

Alceu Valença estará na sexta-feira (14), no Cine Sesc, para conversar com o público após a exibição de Na embolada do Tempo, que traz a trajetória do músico, iniciada na década de 1970, desde a infância em São Bento do Una (PE) até o presente. Dirigido por Paola Vieira, o filme apresenta a obra e reflexões do artista a partir de imagens de arquivo e depoimentos.

Parte da programação cinematográfica será acompanhada por shows musicais. A Banda de Pífanos de Caruaru e Mestre Biano vai tocar logo após a exibição de Pipoca Moderna, na Cinemateca Brasileira, na zona sul paulistana. O filme mostra Sebastião Biano, aos 100 anos de idade, rodando Pernambuco ao lado dos sobrinhos, fazendo apresentações, gravações e revendo familiares.

A Cinemateca também recebe um feira de discos de vinil, no dia 20 de junho, e uma festa sound system, com aparelhagem de som, no dia 22. Essa última depois da exibição de Sound System – A Voz da Quebrada que faz uma imersão no universo carregado de graves dos ritmos do dub, ska e reggae.

Locais e horários

O In-Edit vai até o dia 23 deste mês. A programação ocorre no CineSesc (região central), no Cine Olido (centro), no Centro Cultural São Paulo (zona sul), na Matilha Cultural (centro) e na Cinemateca Brasileira (zona sul).Os horários estão disponíveis na página do festival.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *