Com Messi e mais 8 que estiveram na Rússia, Scaloni convoca a Argentina

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Com Lionel Messi na lista, o técnico Lionel Scaloni convocou os 23 jogadores da seleção argentina para a Copa América deste ano, no Brasil. Os nomes foram divulgados nesta terça (21).
A inclusão do camisa 10 do Barcelona já era esperada. Ele disputou apenas uma partida pela seleção após a Copa do Mundo do ano passado (derrota em amistoso contra a Venezuela), mas já tinha avisado a Scaloni que estava à disposição para o torneio.
Além dele, o treinador (que era um dos auxiliares de Jorge Sampaoli no Mundial) chamou mais oito jogadores que estiveram na Rússia: Franco Armani (goleiro do River Plate), Nicolás Otamendi (zagueiro do Manchester City-ING), Nicolás Tagliafico (lateral do Ajax-HOL), Marcos Acuña (lateral/meia do Sporting-POR), Giovani Lo Celso (meia do Real Bétis-ESP), Ángel Di María (meia-atacante do Paris Saint-Germain-FRA), Paulo Dybala (meia-atacante da Juventus-ITA) e Sergio Aguero (atacante do Manchester City-ING).
Dos que estiveram na Copa, Javier Mascherano e Lucas Biglia se aposentaram da seleção e pediram para não serem chamados mais. 
Será no Brasil que a Argentina tentará quebrar um jejum de 26 anos sem a conquista de um título de expressão. O último foi em 1993, na Copa América do Equador. Lionel Messi precisa também da coquista para evitar as cobranças que quase já o fizeram desistir da seleção. Ele faz parte da geração que foi vice das Copas Américas de 2015 e 2016 e da Copa do Mundo de 2014. Ele também fazia parte do elenco em 2007, quando a equipe foi derrotada pelo Brasil na decisão, embora fosse uma geração anterior à atual.
A maior surpresa da lista foi a convocação do lateral Milton Casco, do River Plate. Ele não havia sido citado por Scaloni nenhuma vez e entrou no lugar de Gabriel Mercado, do Sevilla-ESP, que ocupava a posição de titular. Outro nome pouco esperado era do zagueiro Juan Foyth, do Tottenham Hotspur-ING. Mas como vai disputar a final da Champions League em 1 de junho, ele só vai se apresentar à seleção em cima da hora para o torneio. 
Também chamou a atenção a presença do lateral Saraiva, do Racing, e a ausência de Mauro Icardi, artilheiro da Internazionale. Ele era a principal dúvida da convocação. 
A Copa América acontece de 14 de junho a 7 de julho e as partidas vão acontecer em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador.
A Argentina está no grupo B com Catar, Colômbia e Paraguai. A estreia será em 15 de junho, contra os colombianos.

Veja a lista completa de convocados:
Goleiros: Andrada (Boca Juniors), Armani (River Plate) e Marchesín (América-MEX)
Defensores: Casco (River Plate), Foyth (Tottenham-ING), Funes Mori (Villarreal-ESP), Otamendi (Manchester City-ING), Pezzella (Fiorentina-ITA), Saraiva (Racing) e Tagliafico (Ajax-HOL)
Meio-campo: Acuña (Sporting-POR), De Paul (Udinese-ITA), Di María (PSG-FRA), Lo Celso (Real Bétis-ESP), Palacios (River Plate), Paredes (PSG-FRA), Pereyra (Watford-ING), Rodríguez (América-MEX)
Atacantes: Aguero (Manchester City-ING), Dybala (Juventus-ITA), Martínez (Internazionale-ITA), Messi (Barcelona-ESP) e Suárez (River Plate)