Britney Spears deve se aposentar dos palcos, afirma empresário da cantora

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O retorno de Britney Spears, 37, aos palcos deve estar longe de acontecer. Ao menos é o que acredita seu empresário, Larry Rudolph. Em entrevista ao TMZ, o agente afirmou que a cantora não retornará à sua residência (shows fixos, de longa temporada) em Las Vegas, nos Estados Unidos.
“Sendo a pessoa que guia sua carreira, e com base nas informações que eu e todos os profissionais que trabalham com ela temos, fica claro para mim que ela não deve voltar à residência em Las Vegas, não em um futuro próximo e, possivelmente, nunca mais”, afirmou Rudolph. 
No início do ano, a estrela do pop cancelou 31 apresentações, causando um prejuízo estimado em R$ 11 milhões.
Ainda segundo o empresário, Britney não possui condição mental ou física de continuar seus shows. O gatilho do afastamento teria sido a saúde de seu pai, Jamie Spears. “Tivemos que interromper os ensaios porque os remédios pararam de funcionar e ela ficou muito perturbada com a doença do pai.”
Spears, que tem a tutela da cantora e foi acusado por fãs de Britney de internar a cantora à força em uma clínica psiquiátrica, teve um problema no intestino grosso no início do ano e sua recuperação exige cuidados.
“Eu não quero que ela trabalhe novamente até que ela esteja pronta, fisicamente e mentalmente. Se esse momento não chegar, que seja. Não tenho desejo ou capacidade de fazê-la trabalhar de novo. Eu estou aqui para quando ela quiser trabalhar. Se em algum momento ela quiser voltar, estarei aqui para dizer se é uma boa ou má ideia”, concluiu Rudolph.