SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um militar foi atropelado na madrugada desta terça-feira (7) nos Jardins, zona oeste de São Paulo, enquanto andava de patinete na avenida Brasil. 
Segundo a Polícia Civil, o militar da reserva, de 46 anos, foi atropelado por um carro por volta das 5h25. Ele foi socorrido ao Pronto Socorro do Hospital do Exército. 
À polícia, o homem disse que estava atravessando uma rua quando foi atropelado por um carro que fugiu do local. O caso foi registrado na delegacia como fuga do local de acidente.
De acordo com uma resolução federal, patinetes elétricas podem ser apenas usadas em áreas destinadas a pedestres, como calçadas e calçadões (com velocidade limitada a 6 km/h) ou ciclovias e ciclofaixas (com velocidade limitada a 20 km/h).
A cidade de São Paulo aguarda a publicação novas regras para o transporte de patinetes que deve ser feita pela gestão Bruno Covas (PSDB). A regulação deve orientar o uso do meio de transporte e suas formas de aluguel, hoje praticadas em São Paulo pelas empresas Yellow e Grin, que pertencem à Grow. 
O acidente ocorrido nesta terça-feira não envolveu patinetes dessas empresas. 
Na última semana a Grow organizou um encontro com especialistas e legisladores para divulgar a marca e debater uma regulação que permita que o serviço de aluguel de patinetes cresça nas cidades brasileiras.
Um dos principais temas abordados foi sobre a eventual disputa por espaço entre usuários de patinetes e pedestres nas calçadas de São Paulo. Especialistas destacaram esse impasse, mas disseram também que o principal risco continua sendo a proximidade com carros que trafegam em altas velocidades e ocupam um espaço desequilibrado das cidades brasileiras.