Governo de Minas entra na Justiça para Vale garantir abastecimento de água

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O governo de Minas Gerais acionou a Justiça para que a Vale inicie a captação de água no Rio Paraopeba em regiões não afetadas pelo rompimento da barragem em Brumadinho. A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) constatou que não pode usar a captação de água do sistema Paraopeba pois neste trecho o rio está contaminado.
A empresa apresentou um documento que aponta a necessidade de várias soluções que devem ser adotadas imediatamente pela Vale. De acordo com a análise, se as medidas não forem tomadas, não há como evitar racionamento no abastecimento de água de Belo Horizonte e cidades vizinhas.
A ação também pede que a mineradora adote medidas preventivas no sistema Rio das Velhas. De acordo com a Copasa, também há risco de contaminação nesse sistema, já que existem seis barragens da Vale na bacia hidrográfica do rio, com algumas inclusive em nível de alerta. Caso a captação de água fosse atingida nessa região, 2,4 milhões de pessoas seriam afetadas.