Ex-River, Lucho projeta reencontro com a La Bombonera pelo Athletico-PR

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) – De volta ao time do Athletico-PR após se recuperar de lesão, Lucho González será uma das armas da equipe de Tiago Nunes no jogo da próxima quinta (9), contra o Boca Juniors (ARG), na La Bombonera, às 21h30, pela Copa Libertadores. Ex-River Plate (ARG), o experiente volante de 38 anos não atua na casa do rival há 14 anos e sabe a diferença que a torcida xeneize pode fazer quando joga junto do time.
“É um jogo especial, por todo o meu passado nos times da Argentina, principalmente no River Plate. É um estádio típico e que estará lotado. A torcida faz muita diferença a favor deles, mas já temos enfrentado estádios com esse clima. Dentro de campo, sabemos que são os jogadores que definem o jogo. E nós já mostramos que, com todos concentrados, temos muita força”, disse.
A última partida de Lucho González na La Bombonera foi em maio de 2005, seu último ano de River Plate antes de seguir para o Porto (POR). O volante, inclusive, deixou a sua marca, mas não evitou a derrota por 2 a 1 para os donos da casa em jogo válido pelo Campeonato Argentino.
Desta vez, Lucho tenta ajudar o Athletico a se classificar na primeira posição do Grupo G da Copa Libertadores. Para isso, um empate já basta.
“É importante que chegamos nesse jogo classificados. O Boca é um adversário muito forte, mas temos o objetivo de ser primeiro do grupo, sabendo que será uma partida extremamente difícil”, acrescentou Lucho González, que voltou ao time no último domingo (5), contra a Chapecoense, recuperado de lesão na panturrilha.
“Não gosto de ficar fora. Infelizmente, sofri uma lesão no jogo contra o Tolima, mas estou contente por voltar”, completou.
Com nove pontos, o Athletico ocupa a primeira posição de sua chave. O Boca aparece em segundo, com oito, mas, ao contrário dos brasileiros, não está matematicamente classificado para as oitavas. No outro jogo da chave, Tolima (COL) e Jorge Wilstermann (BOL), ambos com cinco pontos, se enfrentam na Bolívia.